Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Corte e contenção de despesa: Austeridade para manter obras em Luziânia

Cristóvão Tormin inicia seu segundo mandato (2017/2020) com medidas amargas de austeridade, mas focado em entregar obras e benefícios para a população, ou seja, as novas determinações visam única e exclusivamente buscar melhorias para o povo. “Crise se vence com muita responsabilidade e trabalho”, justificou o prefeito ao complementar que seu salário, e o de seus secretários, vão permanecer com o corte de 20%, como já vinha acontecendo desde o primeiro mandato – o projeto de redução do salário foi aprovado pela Câmara Municipal.

 

O prefeito afirmou que espera a compreensão de todos, especialmente, daqueles atingidos pelas medidas de contenção das despesas. “Os recursos economizados vão retornar aos cofres da administração pública para investimentos em obras e outras despesas”, ressaltou Cristóvão. Seguindo a linha de austeridade e prudência, o prefeito reduziu o número de secretarias e determinou o corte de gratificações e cargos comissionados.

 

Cristóvão destacou que é preciso dar o bom exemplo. “Temos que dar o exemplo neste momento tão difícil pelo qual atravessa o Brasil. E com toda a economia que estamos promovendo, vamos realizar mais obras que atendam a coletividade, principalmente os mais carentes”, afirmou. O prefeito lembrou que em seu primeiro governo realizou inúmeras obras, como por exemplo, as UPAs 24 horas, a Escola de Tempo Integral (a primeira da Região), novas salas de aulas, asfalto, iluminação pública e vários passeios públicos.

 

Apesar da crise que o país atravessa, Luziânia é um exemplo a ser seguido por outros municípios do País, e conforme o prefeito, é com criatividade e empenho que as obras estão sendo realizadas em benefício da população. A saúde pública do município teve avanços significativos no primeiro governo Cristóvão e as melhorias estão por toda a cidade, como, por exemplo, reforma e ampliação das cinco unidades básicas de saúde já existentes, aumento das equipes médicas, valorização dos profissionais e a promoção do atendimento público de saúde mais humanizado.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload