Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Programa Cidades Limpas retorna a Ceilândia em sua décima ação

A força-tarefa de limpeza, conservação e revitalização promovida pelo governo de Brasília atuará novamente em Ceilândia — maior região administrativa do Distrito Federal — de 20 a 31 de março nos Setores O, P Norte, P Sul, Guariroba e Expansão do Setor O. O lançamento da décima operação do programa Cidades Limpas foi dia 20 de março na Praça do Trabalhador (ao lado da administração regional).


Essa é a segunda vez que os trabalhos são feitos em Ceilândia. Lançado em novembro de 2016, o Cidades Limpas consiste em uma articulação entre diferentes órgãos de governo e empresas públicas para promover uma melhoria imediata no ambiente urbano. Entre os serviços executados estão: retirada de entulho e de lixo despejados inadequadamente, poda de árvores, roçagem em áreas públicas, revitalização da sinalização de trânsito, recuperação da iluminação pública e operações tapa-buraco.


Uma novidade desta edição do Cidades Limpas é a inclusão da Polícia Civil entre os órgãos que participam da força-tarefa. A corporação está com um posto móvel instalado na Casa do Cantador, na divisa do P Sul com a Guariroba, para fornecer identidade social aos moradores. O programa também conta com uma frente de combate ao mosquito Aedes aegypti e outros vetores de doenças. Agentes de Vigilância Ambiental e integrantes do Corpo de Bombeiros Militar fazem vistorias em imóveis em busca de focos ou de possíveis reservatórios para o desenvolvimento das larvas do inseto que transmite a dengue, a chikungunya e o zika vírus.


Além da Secretaria das Cidades, da Administração Regional de Ceilândia, da Polícia Civil, da Novacap, do Corpo de Bombeiros Militar e do SLU, integram a ação a Agência de Fiscalização (Agefis), a Companhia Energética de Brasília (CEB), Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab), a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), o Departamento de Trânsito (Detran), o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), a Polícia Militar e a Subsecretaria de Vigilância em Saúde. Cerca de 340 servidores foram escalados para o trabalho.


O programa Cidades Limpas já passou por Brazlândia (duas vezes), pela Estrutural, pelo Gama, pelo Itapoã, pelo Paranoá, por Planaltina e por São Sebastião. Na etapa anterior de Ceilândia, a força-tarefa percorreu a QNQ, a QNR, o Setor O, a Expansão do Setor O, o Condomínio Privê, o Setor de Indústrias e o Setor de Material de Construção.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload