Vitti quer aproximar Assembleia da sociedade


O presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB), fez a abertura oficial do programa de formação política Deputado Jovem, dia 03 de maio, no auditório Galileu da Universidade Uni-Anhanguera. O projeto contou com a adesão de 71 alunos.

Ao falar aos estudantes do curso de Direito da Uni-Anhanguera, Vitti discorreu sobre o papel institucional do Poder Legislativo, especialmente para a estabilidade do processo democrático. Ele destacou a importância participação da universidade e dos setores organizados da sociedade no trabalho do Parlamento.

“Um dos pontos bases da nossa gestão é aproximar o Legislativo da sociedade. Uma das formas mais apropriadas para isso é ampliar a integração da Assembleia Legislativa, por meio de projetos como o Deputado Jovem, para que possamos debater e mostrar a nossa realidade. E, também, para aproximar os estudantes universitários do dia-a-dia dos parlamentares”, afirmou.

Vitti abordou a questão da reforma política, que está em fase de discussão no Congresso Nacional, e comentou a exposição negativa da classe política nos últimos tempos. “O nosso desafio hoje é separar o joio do trigo. Só existe uma forma de excluir da política as pessoas que não prestam - e essa forma é o voto consciente e criterioso, que contemple as pessoas honestas”, frisou.

O reitor da Uni-Anhanguera, Joveny Sebastião Candido de Oliveira, disse o projeto é muito válido para os alunos. “É importante porque agrega à formação dos alunos mais conhecimento de cidadania, principalmente neste momento político que estamos vivenciando. Quando um aluno se insere na atividade política, ele se torna muito mais permeável a boas ideias e aos procedimentos corretos e éticos que devem presidir a vida política”, explicou.

Aluno do 5° período de Direito, Gustavo de Assis Souza, que também é presidente do Centro acadêmico, falou sobre a expectativa da experiência da atividade na Assembleia Legislativa. “O mais interessante do projeto é que ele dá a abertura para que os estudantes conheçam os trâmites dos projetos de lei, abrindo inclusive possibilidade de despertar interesse de ter uma carreira parlamentar.”

2 visualizações0 comentário