Ana Lúcia continua cassada, mas ficará no cargo de vereadora até próximo julgamento

Os advogados da ex-vereadora recorreram da decisão judicial, e por força de uma liminar, mantém Ana Lúcia no cargo até que seja julgado o mérito da questão. “A liminar é contra a decisão da juíza e não tem nada a ver com a Câmara Municipal de Luziânia” esclareceu o presidente da Casa Murilo Roriz ao justificar: “Estamos cumprindo uma determinação judicial”.

 

Com isso, Ana Lúcia poderá continuar exercendo o cargo de vereadora até que o próximo julgamento ocorra em Goiânia, ainda sem data para acontecer. O suplente de vereador Dênis Meireles (PMDB) está automaticamente sem mandato, já que é ele quem, por direito, assumirá assim que Ana Lúcia perder o mandato definitivamente, caso esse seja o entendimento dos desembargadores do TRE-GO.

 

Entenda o caso:

A vereadora Ana Lúcia (PSDB), de Luziânia, no Entorno Sul de Brasília, desde o dia 20 de junho amarga o dissabor de perda do seu mandato – data em que foi publicado no Diário Oficial da Justiça a cassação de seu diploma de vereadora. A decisão foi tomada pela juíza eleitoral Flávia Morais Nagato de Araújo Almeida com base na suposta prática de obtenção ilícita de votos e de abuso do poder econômico.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle