QUE FRIO É ESSE?


O frio chegou em julho para arrebentar, embora o inverno tenha começado oficialmente em 21 de junho. Os municípios goianos do Entorno do Distrito Federal, particularmente, Luziânia, tem registrado nas últimas semanas temperaturas mais baixas do que a média dos últimos anos, e provocado uma mudança de cenário na cidade. Moradores estão retirando dos guarda-roupas vestimentas do fundo do baú, como blusões de lá, cachecóis e botas. Antes mesmo de o sol nascer, a vestimenta é quase padrão: Camadas e mais camadas de roupas, com direito a gorros e até luvas.

A secretária executiva, Maria de Fátima Gonçalves, de 28 anos, não pára de se queixar. “Não tem roupa que chegue para amenizar esse frio. Estou quase congelada mesmo com tanta roupa, uma por cima da outra”, observou batendo queixo. Segundo ela, nunca viu tanto frio assim em Luziânia, embora a Região costuma ter dias e noites muitos frios nessa época do ano. O motorista Sebastião Nunes, de 39 anos, também reclamou da friagem que vem fazendo nas últimas semanas. “Estou usando blusa de lã e por cima um blazer bem antigo que há muito tempo estavam escondidos no fundo de meu guarda-roupa” reclamou.


Temperatura mais baixa

Conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), de Brasília, na primeira quinzena de julho o Entorno do Distrito Federal, especificamente, o município de Planaltina, registrou a mais baixa temperatura do ano na Região com o termômetro na casa dos 8,5ºC e ventos de cerca de 30 quilômetros por hora e sensação térmica de 2ºC na Região. No ano passado, a temperatura mais baixa atingiu 12,5ºC em 17 de julho.O fenômeno ocorre, segundo especialistas, porque as massas de origem polar, comuns no inverno, são as responsáveis pelas baixas temperaturas.

A queda brusca na temperatura e a baixa umidade do ar favorecem as infecções respiratórias, como gripes e resfriados, al[em de causar desconforto nas pessoas alérgicas ao frio. Para se prevenir contra as doenças mais comuns dessa época, os médicos especialistas indicam cuidados com a alimentação, sono regular, proteção contra o frio e evitar, sempre que possível, lugares fechados e com aglomeração de pessoas. O vírus é facilmente transmissível, por isso é bom ficar atento, e qualquer sintoma como tosse e febre alta e bom procurar um médico.

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle