Município monta estrutura no Ingá e zona rural para agilizar atendimento

Prefeito Cristóvão Tormin (PSD) e o desembargador Kisleu Dias, presidente do TRE-GO, fecham convênio para ampliar o atendimento durante recadastramento biométrico obrigatório realizado pela Justiça Eleitoral no município.
A parceria tem como objetivo reduzir as grandes filas e o desconforto na porta do TRE de Luziânia. O horário, que antes era das 12h às 18h, agora acontece das 9h às 18h, no horário comercial e aos sábados das 8h ao meio dia.


Através do referido convênio a Prefeitura de Luziânia está disponibilizando servidores para atendimento aos eleitores no Distrito do Jardim Ingá, e na Zona Rural, na Escola Polo Darcy Ribeiro, no Distrito de Samambaia. “É importante que os eleitores compareçam a essas unidades até dia 30 de setembro para evitar que o título seja cancelado”, lembrou a Juíza Alice Teles, da Justiça Eleitoral de Luziânia. A magistrada afirmou que não tem medido esforços para atender o maior número de pessoas possível no recadastramento. A Câmara Municipal também cedeu servidores e tendas para auxiliar no atendimento.

 
“Vamos propiciar aos eleitores do nosso município as melhores condições de atendimento, para que eles possam exercer a cidadania e regularizem sua situação eleitoral”, afirmou Cristóvão. Segundo ele, a Administração municipal está oferecendo toda estrutura necessária ao Distrito do Jardim Ingá devido sua importância tanto em número de habitantes como em número de eleitores. “A mesma estrutura também está sendo montada para atender o pessoal da zona rural no Distrito de Samambaia”, disse.


Com relação ao policiamento, o prefeito informou que o município está colocando à disposição da Justiça Eleitoral o serviço de vigilância da prefeitura, e policiais da Polícia Militar, para a devida segurança das pessoas que procurarem os postos de atendimento. “Vamos ajudar com tudo que for necessário para colaborar com a nossa Justiça Eleitoral” concluiu Cristóvão.

 

Legislativo reforça apoio

 O trabalho da Prefeitura em conjunto com o Legislativo e a Justiça eleitoral tem como objetivo aumentar o número de atendimento, alcançando uma média de 1500 pessoas por dia (antes eram apenas 700) e regularizar a vida de todo eleitorado até o dia 30 de setembro, data em que se encerra o cadastramento biométrico obrigatório. Quem não efetuar a revisão até a data estabelecida terá o título de eleitor cassado. 


“É um prazer assinar este documento em nome de todos os vereadores. Tenho certeza que virá no momento certo o apoio das demais instituições”, destacou o presidente da Câmara, Murilo Roriz (PSD). Segundo o parlamentar, A Câmara Municipal reconheceu a necessidade de colaborar com a Justiça eleitoral e decidiu formalizar a parceria, cedendo funcionários para agilizar o recadastramento biométrico. “Não é justo as pessoas enfrentarem infinitas filas durante todo o dia, passando sede e fome, e muitas vezes, elas vêm somente com o dinheiro da passagem do ônibus”, observou Murilo.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle