Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Sob pressão iluminação da BR-040 deve ser religada no 2º semestre

Retorno da iluminação na BR-040, trecho urbano de Luziânia, deve ser retomado até o fim deste ano. “Acredito que ainda este semestre chegaremos a uma solução definitiva para o restabelecimento da iluminação nesse trecho da rodovia”, comentou Wilde Lopes Roriz (Cambão), após audiência pública promovida pela Comissão de Viação e Obras, da Câmara dos Deputados, no último dia 10, em Brasília, presidida pelo deputado Roberto Balestra. Wilde, que é Secretário de Obras do município, é um dos coordenadores da comissão que trata do assunto.


Participaram da audiência o prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin (PSD), Presidente da Câmara, Murilo Roriz (PSD); dirigente da ANTT, Luiz Fernando Castilho; representante da Concessionária Via 0-40, Frederico Moutinho de Souza e Frederico Cesário, da Polícia Rodoviária Federa (PRF). Também prestigiaram o encontro prefeitos da Região, vereadores e líderes comunitários. Ao final, todos lamentaram a ausência dos representantes do Ministério Público, que foram convidados, mas não compareceram.

 

 


“A verdade é que o contrato é muito ruim” reconheceu o dirigente da ANTT, referindo-se ao acordo firmado entre o governo federal (DNIT) e a Via-040, que permitiu a empresa administrar a Rodovia BR-040. O prefeito de Luziânia também concordou, mas cobrou novamente uma saída para solução definitiva do problema. Apesar do presidente da Mesa, deputado Balestra, a todo instante lembrar que a audiência era para resolver a questão da falta de iluminação, o dirigente da empresa concessionária pouco acrescentou e se limitou, apenas, em mostrar as ações que a Via-040 vem realizando naquela Rodovia.


Todos chegaram à conclusão de que é necessário promover alterações no contrato feito entre a Secretaria do Patrimônio, do DNIT, e a Empresa Via-040, para que a concessionária da rodovia passe a ter responsabilidade sobre a iluminação e sua manutenção nos 20 km de extensão que compreende o trecho urbano de Luziânia. “Vamos procurar uma solução consensual. Cada um deve assumir sua responsabilidade para que a população seja a beneficiária da solução do problema”, observou Balestra.


O prefeito Cristóvão afirmou que a prefeitura de Luziânia tem feito sua parte e cumprido com todas as exigências da ANTT e também da concessionária Via-040. Ele lembrou que a empresa chegou a cobrar a duplicação da BR-040 que já existe há muitos anos, entretanto, nenhuma medida foi tomada para se resolver os graves problemas como falta de iluminação, construção de ponto de ônibus, passarelas e outros benefícios. O Presidente da Câmara, Murilo Roriz, também reforçou que o município tem cumprido todas a determinações dos órgãos envolvidos no assunto, mas não tem se chegado a solução nenhuma. A expectativa de todos é que até o fim do ano tudo esteja resolvido.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload