Política Ao pé da Letra

Janot anuncia a Crise de agosto

“Agosto é o mês do desgosto”, diz o dito popular. Janot parece saber disso e já anunciou que vem vento forte pra cima do Planalto.


Numa entrevista agendada para segunda (10/08), o chefe da PGR planejou começar a semana respondendo aos ataques ‘temeristas’ que avançavam na base do “o pior já passou, o negócio agora são as reformas”. 


Perguntado sobre quem seriam os delatores, Janot respondeu: “Não posso dizer quem são. As colaborações são sigilosas. Um dos critérios é o seguinte: o cara está neste nível aqui [faz um sinal com uma mão parada no ar], ele tem que entregar gente do andar para cima [mostra um nível acima com a outra mão]. Não adianta ele virar para baixo, não me interessa”.


Por seu turno, Temer também sinaliza que se prepara para combater as flechas de Janot.  O panfleto governamental que se tornou a Isto É lasca sobre ele a pecha de “O Procurador Geral do PT“. 


Contudo, a ameaça de pedir o impedimento de Janot faz ele vítima e acentua ainda mais a convicção de que Temer é um homem capaz de tudo para encobrir seus crimes.


No jogo de ameaças que se tornou a política brasileira, Janot tomou a iniciativa na mesa. Qualquer reação de Temer será um “pagar para ver”.

 

Reforma (golpe) Trabalhista

Mesmo com o grau de desconhecimento ainda grande, a maioria da população sabe que a reforma trabalhista aprovada por Michel Temer é um desastre para o trabalhador.


Para 57% dos brasileiros, o desmonte da CLT só é bom para os patrões, revela pesquisa Vox Populi encomendada pela CUT.


72% afirmam que o desemprego vai aumentar com a nova legislação e além de 14% que acham que vai continuar como está, isto é, desastroso, porque já temos mais de 13,5 milhões de desempregados no país.


Apenas 3% consideram a reforma boa para os empregados entre os 1.999 entrevistados na última rodada da CUT-Vox Populi. Outros 15% acham que não é boa para ninguém, 12% que é boa para ambos e 14% não souberam ou não quiseram responder.


A maior rejeição à reforma trabalhista de Temer foi constatada no Nordeste, onde 63% acham que  nova lei vai beneficiar apenas os patrões. Entre os homens, o índice chega a 58%. Houve empate, entre os adultos, pessoas com ensino superior e que ganham até dois salários mínimos, houve empate: 59%,


Também é generalizada a convicção que a exclusão dos sindicatos nas negociações entre patrões e empregados vai prejudicar os trabalhadores.


Seis em cada dez entrevistados disse que será ruim ou péssima  a ausência do sindicato na hora de reivindicar aumentos ou benefícios com o patronato.


Ao contrário do que pensam os elitistas, o povão pode estar disperso, ausente das manifestações, mas está entendendo muito bem o golpe que está sofrendo.


Está apenas esperando a hora de falar.

 

Meiri Poza pede anulação da “Lava-Jato”

Há, desde abril, na mesa de Sérgio Moro um pedido de anulação da Operação Lava jato feito pela mulher que primeiro denunciou as falcatruas de Alberto Youssef.


Em depoimento, a contadora confirmou que uma operação de “busca e apreensão” da Polícia Federal foi forjada para “esquentar” a documentação que ela já tinha entregue anteriormente e que passou a se sentir ameaçada pela atitude dos policiais federais.


Por isso, arrola como testemunhas em seu processo ninguém menos que os delegados e agentes da operação e os procuradores Deltan Dallagnol e Carlos Fernando dos Santos Lima, estrelas da Força Tarefa. Meire, segundo diz, prestou a todos mais de 40 depoimentos.


Os fatos narrados por Meiri fazem todos os procedimentos feitos a partir da incriminação de Alberto Youssef desmoronarem, pelos métodos que os originaram.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle