Luziânia na contramão da crise segue com obras de infraestrutura

O governo Cristóvão retoma importantes obras de infraestrutura do município, contrariando as perspectivas da crise que afeta o País e atinge todos os municípios brasileiros. A Prefeitura de Luziânia, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, que tem a frente Wilde Roriz, iniciou o segundo semestre de 2017 tocando obras de fundamental importância para a cidade. Uma delas é a do Bairro São Caetano, na Avenida Carlos Gomes com a Rodovia GO-010, ponto crítico de alagamentos há mais de 30 anos.


O pacote de melhorias para este semestre inclui serviço de drenagem, com implantação de galerias de águas pluviais, e pavimentação. O secretário Wilde Roriz (Cambão), acompanhou de perto o reinício dos trabalhos, fazendo vistoria técnica e funcional em todas as obras. Cerca de 30 funcionários e máquinas da empresa licitada para execução do projeto trabalham no local. O investimento é de R$ 650 mil, recursos do próprio município.

 

 

 

 


Córrego Rio Vermelho


Outra obra considerada essencial para a população é a canalização do córrego Rio Vermelho, no trecho que se estende do Banco do Brasil até o cruzamento da Av. João Teixeira, no bairro Rosário. Nessa área fica localizado um dos pontos mais críticos de alagamentos em Luziânia, com constantes inundações durante o período chuvoso, comprometendo a malha asfáltica da Av. João Teixeira e inundando residências localizadas às margens do córrego.  Os investimentos são da ordem de 3,5 milhões de reais e o prazo de conclusão é de três meses, aproximadamente.


É bom lembrar que vários pontos da cidade que estavam abandonados já foram revitalizados. Um exemplo marcante é a nova Praça Santa Luzia, hoje cartão postal da cidade. O governo também promoveu importantes obras de recapeamento asfáltico, pavimentação nova e a realização dos serviços de galerias de águas pluviais em vários bairros e no distrito do Jardim Ingá. 


A verdade é que na área de infraestrutura o atual governo resolveu problemas críticos, que há décadas incomodavam a população, como o caso da avenida 05 na divisa do PED VII e Setor Mandú, as crateras do Norte Maravilha e Alto das Caraíbas, além do problema crônico da Praça da Santa, na entrada principal da cidade.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle