Presidente do Sintego de Luziânia doou R$ 24 mil para campanha de um deputado. Notícia se espalhou p


As redes sociais, principalmente o WhatsApp, repercutiu neste final de semana uma notícia que, se não for imoral é, pelo menos, bastante estranha. Trata-se do fato de que a presidente do Sintego de Luziânia, Claudia Albernaz, sindicato que representa os professores, doou cerca de R$ 25 mil reais para a campanha do deputado Diego Sorgatto (PSD), um dos opositores do atual governo da cidade. Até aí não há nada de errado, já que a lei permite.


O que deixou a população e, principalmente, os professores honestos do município, indignados, é o fato de que, para doar R$ 24 mil, a presidente do Sintego, por Lei, teria que ter recebido no ano anterior no mínimo R$ 240 mil, ou, o equivalente a R$ 20 mil por mês.

Mas, por pretexto de receber pouco e de ter os salários defasados, Claudia lidera um pequeno grupo de professores, cerca de 60 ao todo, que insistem em continuar com uma greve, mesmo após a prefeitura ter afirmado que concederá o reajuste de 7,64% pedido pela categoria. A greve, por intransigência dos grevistas, coloca em risco o ano letivo dos alunos cujo professores estão em greve.


Via WhatsApp muito professores se sentiram traídos e muitos manifestaram suas indignações, como por exemplo uma professora do Ingá, que não citaremos o nome para preservar a segurança dela, que afirmou: “Meu Deus! A custa de nós otários! Estamos sendo usados para atender os caprichos dessa mulher! Que vergonha! ”


Outra professora disse: “Aí tem coisa viu! De onde sai esse tanto de dinheiro que ela doou? Agora eu entendi o verdadeiro motivo dessa greve e pelo qual esse deputado aí está cedendo a chácara dele para ela fazer a festa de posse como presidente do Sintego. Um absurdo! Estou horrorizada”.


Um professor desabafou: “Nunca me enganou! Eu já sabia que essa briga não era pelos direitos dos professores. Não participei dessa greve e não vejo com bons olhos esse Sintego”.

A veracidade da informação de que Claudia Albernaz doou R$ 24 mil na campanha eleitoral de 2014 pode ser confirmada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por meio deste link: bit.ly/doadoresCampanha

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle