Ceará arde em chamas

As forç

as de segurança do Ceará com apoio da Força Nacional estão em regime de prontidão para combater as ações criminosas que atingem várias cidades cearenses há mais quatro dias - foram incendiados ônibus, carros, bancos e prédios públicos. Segundo o governador, Camilo Santana (PT), até o momento, 86 suspeitos dos ataques, 36 somente na madrugada do último sábado, já foram presos. Várias ações já foram evitadas com o trabalho de inteligência e antecipação das forças de segurança. O ministro da Justiça, Sérgio Moro, tem prestado um apoio muito importante neste momento, bem como o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo.

1 visualização0 comentário