Bolsonaro vai a Suíça mostrar um Brasil sem amarras ideológicas e sem corrupção

O presidente Jair Bolsonaro informou vai participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, de 22 a 25 de janeiro, segundo ele, oportunidade que terá de mostrar um Brasil diferente, livre das amarras ideológicas e da corrupção generalizada. Será a estreia internacional de Bolsonaro e a primeira vez que o vice-presidente, general Hamilton Mourão, assumirá a Presidência da República em exercício. Além dos líderes mundiais, devem comparecer ao fórum representantes de mais mil empresas internacionais, além de organizações não-governamentais e entidades estrangeiras. Serão quatro dias de reuniões destinadas a discutir questões relativas a economia, segurança na internet, geopolítica, cultura e indústria.

1 visualização0 comentário