Governador Caiado adota medida extrema para recompor as contas públicas

 O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), decretou estado de calamidade financeira por pelo menos seis meses. Nesse período o governo goiano poderá renegociar contratos com fornecedores e suspender serviços não essenciais. Assim que o decreto for aprovado, a Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento de Goiás terá mais liberdade para remanejar recursos e adotar as medidas que considerar necessárias para reequilibrar as contas estaduais. A medida extrema precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa. A expectativa dos goianos é que governador fale menos e trabalhe mais. 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle