Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Será que ainda vamos assistir o mesmo filme trágico em outros clubes de futebol?

 É inconcebível que um clube de futebol, como o Flamengo, trate jovens adolescentes como um produto qualquer, em depósito, amontoados, e como se fosse estoque para futuras negociações. A tragédia com esses jovens era somente uma questão de tempo, e nas mesmas condições de negligências, tratando seres humanos como mercadorias, existem inúmeros clubes de futebol espalhados pelo País, e não são clubes pequenos, são times de futebol profissional com as mesmas estruturas e importância do Clube Regatas Flamengo - Não vamos esperar que a mesma história se repita!

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload