Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Novas sanções devem ser tomadas para frear a ditadura venezuelana

 Em um clima de guerra e muita tensão, presidentes, vice-presidentes e chanceleres de 14 países, entre eles o Brasil, e mais os Estados Unidos, se reúnem em Bogotá, na Colômbia para encontrar uma saída para a Venezuela. O presidente da Colômbia, Iván Duque, coordena o encontro com o Grupo de Lima e o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, para discutir o acirramento da crise venezuelana. Na reunião, Pence deve propor a imposição de novas sanções contra o governo do presidente Nicolás Maduro. De acordo com nota divulgada pelo Itamaraty , o governo brasileiro destaca que é fundamental que mais países reconheçam o governo interino de Juan Guaidó como legítimo.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload