Encontro formaliza apoio a democracia e deve ser visto como ato de repúdio ao governo do ditador Nic

O presidente Jair Bolsonaro recebe Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela, nesta quinta-feira, dia 28, no Palácio do Planalto. Apesar de o Brasil reconhecer Guaidó como presidente interino da Venezuela, o encontro não será tratado como uma visita de chefe de Estado. Guaidó será recebido pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, responsável por acompanhá-lo durante a visita. O encontro com Bolsonaro não terá formalidades de chefe de Estado e será realizado em seu gabinete. A iniciativa é vista como um ato de apoio à democracia e de repúdio a ditadura do governo de Nicolás Maduro.

1 visualização0 comentário