Ministro Vélez fala de mais e causa “terremoto” desnecessário no Planalto

Após três comunicados, o Ministério da Educação encaminhou aos colégios nota suspendendo o pedido de filmagem de estudantes, o pedido do envio dos vídeos por e-mail e o fim da leitura do slogan Brasil acima de tudo. Deus acima de todos! O novo texto encaminhado aos diretores e diretoras de escolas informa que por questões técnicas de armazenamento e de segurança, o ministro Ricardo Vélez Rodríguez decidiu suspender o pedido de filmagem e de envio dos vídeos por e-mail”. O ministro da Educação, Ricardo Vélez, reconheceu que houve um equívoco. A verdade é que o Ministro Vélez “pisou na bola” feio e provocou um “terremoto” desnecessário no governo Bolsonaro. É bom agir mais e falar menos!

2 visualizações0 comentário