Reforma dos militares trará economia de mais de R$ 10 bilhões em dez anos

Ao entregar a reforma previdenciária dos militares e reestruturação da carreira das Forças Armadas na Câmara dos Deputados, o presidente Jair Bolsonaro fez um breve discurso. Ele pediu aos parlamentares celeridade na tramitação das reformas da Previdência dos militares e do sistema geral. Bolsonaro reuniu-se com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), acompanhado dos ministros Paulo Guedes, Fernando Azevedo e Silva e Onyx Lorenzoni. O presidente ainda citou Medida Provisória 2215, de 2001 e que está em vigor, que alterou a remuneração dos militares. Segundo Bolsonaro, na ocasião já foram feitas mudanças nas regras previdenciárias dos militares. A economia líquida com as mudanças nas carreiras para os militares corresponderá a R$ 10,45 bilhões nos próximos 10 anos - Valor resultante da economia de R$ 97,3 bilhões com a reforma da Previdência dos militares, menos o custo de R$ 86,85 bilhões decorrente da reestruturação. Em 20 anos, segundo o governo, a economia com as novas regras para os militares saltará de R$ 10,45 bilhões para R$ 33,65 bilhões.

1 visualização0 comentário