Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Líder do governo afirma que reforma administrativa economizará R$ 500 mi

 O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), tenta levantar recursos para retirar o Estado do caos, porém, até o momento não destravou a máquina administrativa, que continua patinando, com salários dos servidores em atraso e ausência de obras. O líder do governo na Assembleia Legislativa, Bruno Peixoto (MDB), aposta na reforma administrativa do governo, que segundo ele, vai reduzir gastos com cargos comissionados, reduzir o número de cargos comissionados, além de diminuir as gratificações e o número de funções gratificadas para os servidores efetivos. Bruno garante que a reforma vai propiciar ao governo mais recursos para investir em benefícios para a população. Conforme seus cálculos, a iniciativa vai gerar uma economia de aproximadamente 500 milhões de reais para o governo de Ronaldo Caiado. “Trata-se de uma economia para os quatro anos, e não é pouca coisa”

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload