Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

GDF oferece internet gratuita a população do DF espalhada em vários pontos da cidade

 A Rodoviária do Plano Piloto ganhou na quarta-feira, dia 11, um ponto do Wi-Fi Social, projeto da Secretaria de Ciência e Tecnologia que oferece internet gratuita à população do Distrito Federal. A conexão, sem custo para o GDF ou para o usuário, já existe nas feiras de Vicente Pires e Ceilândia, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia e no BRT do Gama, e também à disposição em 400 ônibus.

A ação do Executivo local agradou Belchior Rodrigues, 42 anos, que testou e aprovou o sinal. “Achei rápido e eficiente. É muito importante ter esses pontos de Wi-Fi, porque não são todas as pessoas que têm internet no celular”, comentou o operário. Já a costureira Dirce Oliveira, 57 anos, também elogiou a iniciativa do GDF. De olho na economia pessoal, ela pretende não gastar o pacote de internet que possui quando estiver nos locais cobertos pelo ponto. “Hoje em dia a internet facilita a comunicação, principalmente com as minhas clientes”, disse a moradora de Ceilândia Sul.

Em fevereiro deste ano, a Secretária de Ciência e Tecnologia lançou edital para fornecimento de internet por meio de sinal Wi-Fi em mais de 100 pontos da capital. A intenção é que o sinal chegue a locais de grandes concentrações de pessoas como hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPA), terminais rodoviários, feiras e estações de metrô. Para se conectar ao Wi-Fi Social é preciso fazer um cadastro com nome, e-mail, número de celular e CPF. A alternativa é acessar por meio do login em plataformas de redes sociais. O serviço garante o direito à privacidade individual, à neutralidade da rede e à proteção de dados pessoais.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload