Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Caiado assegura revitalização da Feira Coberta de Sto Antônio do Descoberto

 A Feira Coberta e a Rodoviária de Santo Antônio do Descoberto vai passar por um processo de ampliação e revitalização. Assinado pelo Grupo J. Fleury Assessoria e Consultoria Imobiliária, o projeto foi apresentado ao governador Ronaldo Caiado e ao secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Wilder Morais, na quarta-feira, dia 02 de outubro. “Vamos melhorar as condições de higiene do local e de atendimento à população. Esse espaço vai virar o shopping da cidade”, projetou o governador.

O Grupo J. Fleury assinou junto ao governo estadual, em julho, um protocolo de intenção para a instalação do Distrito Industrial Sete Curvas. A previsão é investir R$ 90 milhões na construção do empreendimento, às margens da rodovia BR-060, no perímetro urbano do município. Na ocasião da assinatura, Caiado pediu que a empresa elaborasse um projeto para melhorar a estrutura de um dos pontos mais visitados da cidade, que é a Feira Coberta. Anexa a ela está a rodoviária.

A maquete virtual foi apresentada durante reunião no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Presidente da empresa, Juliano Fleury destacou que a planta foi produzida para oferecer um ambiente sustentável e humanizado. “Foi uma grande satisfação ter feito essa doação em prol do município de Santo Antônio do Descoberto”, salientou. “Feirantes, visitantes e usuários da rodoviária terão mais conforto e estrutura”, completou.

A planta prevê uma reestruturação e nivelação da cobertura da feira, abrindo espaço para a construção de um mezanino. A capacidade desse novo ambiente é de receber dois novos espaços, como auditório para realização de cursos e eventos e até mesmo um ponto para oferecer serviços do Estado à população.

No térreo, onde já funciona a feira, as barracas serão devidamente organizadas e enfileiradas, com área de alimentação. Atento à sustentabilidade, o projeto visa desenvolver um reservatório de água pluvial para ser reaproveitada na manutenção do complexo. Já a rodoviária ganhará restaurante, assentos próximo ao embarque/desembarque e, na área externa, uma academia ao ar livre. Para o prefeito de Santo Antônio do Descoberto, Adolpho Roberto, trata-se de um projeto de “grande magnitude e que serve de modelo para as outras cidades do Entorno”.

Geração de empregos

Na mesma audiência, Caiado e Fleury agendaram para o dia 27 de novembro o lançamento da pedra fundamental da Vilah – Vetor Industrial, Logístico, Automobilístico e Hoteleiro. Wilder Morais celebrou a data, observando o avanço que o empreendimento vai trazer para a região. “Vai ser um sucesso para todo o Entorno do Distrito Federal”, resumiu.

A previsão é que três mil novos empregos diretos e indiretos sejam gerados com a implantação e o funcionamento do Distrito Industrial. “Nosso foco é trazer a mão de obra de Santo Antônio do Descoberto, treinar e qualificar. Isso para que haja uma inserção social do município, com geração de empregos expressiva”, informou o presidente do Grupo J. Fleury.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload