Helicóptero confiscado de traficantes é doado ao Corpo de Bombeiros do DF

“Uma aeronave que era utilizada para o mal agora servirá para salvar vidas”. É assim que Emilson Ferreira dos Santos, comandante do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, define a mais nova aquisição da corporação. Um helicóptero apreendido pela Polícia Federal com cerca de meia tonelada de drogas foi cedido para integrar a frota de salvamento dos militares da capital sem custar um centavo à administração pública. A previsão é que ele esteja pronto para voar em duas semanas.

Nos últimos dias, a corporação retirou o termo de autorização de uso na 5ª Vara Federal de Presidente Prudente, em São Paulo, das mãos do Juiz Federal Bruno Santhiago Genovez. A aeronave Eurocopter modelo EC 130B4 foi apreendida em abril durante uma operação. A requisição do CBMDF concorreu com outros dez interessados.

Para convencer o juiz, o coronel Emilson e o comandante do Grupamento de Aviação Operacional, João Antonio Menegassi Neto, foram pessoalmente a São Paulo. Em audiência, ocorrida há cerca de um mês e meio, eles valorizaram o potencial para salvamentos. “É o mesmo modelo utilizado pelos paramédicos dos Estados Unidos, então é uma aeronave totalmente adaptável para esse tipo de serviço”, explicou o coronel. Comandante do CBMDF, Coronel Emilson Ferreira dos Santos estima que o avião entrará em serviço em duas semanas.

5 visualizações0 comentário