Governador Caiado quer destravar R$ 10 bilhões em investimentos

 Um total de R$ 10 bilhões em investimentos serão destravados graças à maior celeridade na liberação de licenciamentos ambientais, alguns engavetados há mais de dez anos. Essa é a perspectiva do governador Ronaldo Caiado, que tratou deste e outros temas ao abrir o 9° Complan, maior Seminário sobre Comunidades Planejadas, Loteamentos e Desenvolvimento Urbano do Brasil, promovido pela Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil – Adit Brasil, que prossegue até sábado, dia 19, no Hotel Clarion Goiânia Órion, em Goiânia.

“Temos em Goiás uma demanda de mais de 120 pequenas centrais hidrelétricas, vindas de condomínios e indústrias a serem instaladas no Estado. Tudo isso, engavetado e com mais de dez anos sem uma solução. Só investimento nas áreas que eu citei, são mais de R$ 10 bilhões em Goiás. São milhares de empregos. Isso significa que seria contra o Meio Ambiente? Não. Cumpra-se a lei, autoriza-se o emprego e o investimento”, defendeu Caiado.

Acompanhado pela secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andréa Vulcanis, o governador também reconheceu o trabalho da auxiliar na modernização dos processos da pasta. “Informatizar é trazer o setor do Meio Ambiente para o século XXI”, enfatizou. Ele explicou que não é possível seguir utilizando métodos ou práticas que não facilitem a vida do cidadão.

O governador chegou ao Complan em companhia do principal convidado do evento, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que ministrou a palestra “Meio Ambiente em uma visão desenvolvimentista”. Em sua fala, Salles destacou vários pontos que implicam destravar o setor produtivo.

“Oitenta por cento da população brasileira mora nas cidades. Grande parte sem saneamento, coleta do lixo, problemas de qualidade do ar, falta de área verde permeável, entre outras questões”, apontou o ministro. Ele defendeu o alinhamento do setor produtivo – nesse caso, o setor imobiliário –, com o governo como caminho para transformar essa realidade. “A parceria é justamente para, observado o interesse público, o bom senso e as regras corretas, fazer os ajustes que devemos fazer. São várias as oportunidades para empreendimentos imobiliários que tenham a preocupação ambiental como diferencial.”

Reunindo importantes players do segmento, o Complan tem em sua extensa programação painéis, palestras, workshops e visitas técnicas para colocar em pauta os desafios de grandes projetos urbanísticos, bairros e comunidades planejadas, além de loteamentos e condomínios em todo o País. Completam a programação reflexões sobre as cidades do futuro, lançamentos imobiliários e financiamento para projetos horizontais. Ao todo são mais de 35 profissionais convidados, referências nas mais variadas áreas do desenvolvimento urbano a nível global.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle