Entre em contato via e-mail, Whatsapp ou redes sociais:

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • G+ - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Governador Caiado prestigia posse de Ivana Farina no Conselho Nacional de Justiça

 Goiás agora tem representante no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A solenidade de posse da procuradora Ivana Farina Navarrete Pena, foi realizada terça-feira, dia 22, em Brasília, e prestigiada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que destacou o perfil profissional e ético da goiana. “É a luta de uma mulher que eu conheço de longa data”, afirmou o governador, indicando que tal prestígio foi alcançado por mérito próprio. O mandato dela, que representa os Ministérios Públicos estaduais, terá duração de dois anos.

Em seu discurso de posse, Ivana Farina fez um agradecimento especial a Caiado, a quem rendeu elogios pela forma transparente de governar Goiás. “Governador, o senhor não prestigia essa posse, o senhor aquilatou a importância de, pela primeira vez, uma goiana, uma mulher goiana, ter assento nessa Corte”, disse. Sobre sua posse, ela classificou como questão de honra ser a primeira representante goiana a ocupar a vaga junto ao CNJ. Ao mesmo tempo, sente recair sobre seus ombros uma responsabilidade única. “O sistema de justiça é muito demandado pela sociedade brasileira, sobretudo em dias de turbulência. É demandado para ser ágil, transparente, acreditado”, afirmou, referindo-se ao seu novo desafio profissional.

Ivana Farina foi indicada ao cargo pela ex-procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Ainda durante discurso emocionado, a nova integrante do CNJ defendeu a necessidade de abordar a equidade de gênero em âmbito nacional. E afirmou que ser mulher só aumenta a importância de estar ocupando a vaga, representando o Ministério Público de Goiás. “Que as mulheres tenham mais espaços de fala, mais espaço em cargos de direção, de chefia. Que possam se projetar cada vez mais”, afirmou.

Caiado endossou a fala da nova conselheira do CNJ, argumentando que as mulheres estão conquistando cada vez mais espaço graças à competência e o destaque em várias áreas do mercado de trabalho. Citou, como exemplo, o próprio governo estadual. “Na minha gestão, as mulheres ocupam grande parte do governo”, salientou, voltando as atenções para Ivana Farina. Diante do trabalho desenvolvido durante anos no MP-GO, “nada mais justo do que ela poder ter um assento aqui neste órgão com tanta importância que é o CNJ”.

Formada em Economia e Direito, Ivana Farina atuou junto ao Ministério Público de Goiás durante 30 anos. Também tem forte atuação em áreas específicas, como direitos humanos. No CNJ, vai trabalhar no controle administrativo, financeiro e disciplinar de integrantes do Poder Judiciário. “É um órgão que zela pela integridade do sistema de justiça. É muito relevante e cobrado, e espero poder somar e agir”, projetou.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload