Argentinos elegem governo de esquerda e Cristina Kirstiner retorna como vice

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, que buscava a reeleição, reconheceu a vitória da oposição e felicitou o vencedor das eleições argentinas, Alberto Fernández. Macri prometeu exercer "uma oposição saudável, construtiva e responsável" que "reafirme as conquistas alcançadas". Em discurso, Macri disse que deixa o governo com "um país com bases sólidas" que mudou "a cultura do poder". O retorno da esquerda peronista ao poder na Argentina, que tem na vice-presidência a ex-presidente daquele País, Cristina Kirstiner, trará reflexos diretos no governo brasileiro do Presidente Bolsonaro e em outros países da América do Sul que combatem o comunismo internacional. As estruturas do Mercosul devem ser abaladas com a chegada do novo governo argentino e as relações entre os governos brasileiros e argentinos não serão das melhores. Vamos aguardar para conferir!

4 visualizações0 comentário