Na corrida eleitoral para a prefeitura levam vantagem Eládio Carneiro e professora Edna

Foi dada a largada da corrida para se chegar a Prefeitura de Luziânia e ela já aponta alguns nomes com reais chances de chegar lá e tomar posse da cadeira do Executivo de um dos maiores municípios de Goiás, localizado no Entorno Leste do Distrito Federal, com mais de duzentos mil habitantes. Entre eles destacam-se o advogado Eládio Carneiro (PSL), Professora Edna (Podemos), prefeita interina, e os deputados estaduais Wilde Cambão (PSD) e Diego Sorgatto (DEM) - E pode-se afirmar com absoluta certeza que o próximo prefeito de Luziânia (2021/2024) será escolhido entre um deles.

É bom frisar que esse jogo de “prefeituráveis” tem algumas particularidades que favorecem os pré-candidatos Eládio Carneiro e a professora Edna. O primeiro, por representar a renovação, a mudança, e ainda herdar o legado de honradez, honestidade, seriedade e inúmeras outras qualidades do sogro, o saudoso ex-prefeito Delfino Machado, considerado um dos melhores da história do município. Por essas e outras razões, o nome de Eládio é hoje o que mais cresce em aceitação em todo município.

Após filiar-se ao PSL, poucos dias atrás, o pré-candidato tem conquistado apoios importantes e nomes de peso da política local em sua caminhada para a prefeitura do município. Engrossaram as fileiras de seu novo partido, o ex-prefeito de Luziânia, Zequinha Roriz, irmão do saudoso governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, e José Lucena Roriz, que será candidato a vereador pelo PSL. Os dois apoiaram o então candidato ao governo de Goiás, Ronaldo Caiado, em 2018, e já estão fora do grupo de aliados do governador.

A prefeita interina de Luziânia, Professora Edna Aparecida, filiou-se ao Podemos na sexta-feira, dia 03, e vai disputar a eleição, disso ela não abre mão. A Professora Edna é uma candidata muito forte, é mulher, e tem como trunfo (caso o prefeito afastado não retorne até junho e ela permaneça no cargo até 31 de dezembro) fazer uma boa gestão, embora seu primeiro mês e meio de administração tenha sido apático, a chamada política arroz com feijão, mas ainda há tempo para decolar. Ela conta com o reforço do deputado federal, José Nelto, presidente estadual do Podemos, e o respaldo do senador Álvaro Dias, que foi candidato a presidente da República, e que deve engrossar sua campanha no município.

Com relação aos pré-candidatos Wilde Cambão (PSD) e Diego Sorgatto (DEM), os dois pouco acrescentam algo de novo a política do município. Cambão, é aliado de primeira hora do prefeito afastado, Cristóvão Tormin (PSD), que detonou sua própria carreira política, e com certeza, refletiu em seus companheiros e aliados que navegam no mesmo barco. O outro pré-candidato do Democratas, embora com o apoio do governador Caiado, representa a continuidade da velha política, já que conta com apoio de “caciques” políticos que pouco ou quase nada fizeram pelo município, e ainda por cima, sofre um grande desgaste por ser primo legítimo do prefeito afastado e ser parecido em ações e atitudes.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle