Capital do País completa 60 anos e comemorações migram para internet

Com o distanciamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus, a festa prevista na Esplanada dos Ministérios para comemorar os 60 anos de Brasília, completados, neste 21 de abril, acabou sendo adiada pelo governo do Distrito Federal, mas boa parte da celebração migrou para a internet. A Secretaria de Estado de Cultura e Economia, por exemplo, montou uma programação com 15 horas de apresentações online somente com artistas locais, no festival Cantando para Brasília.

Também nesta terça, dia 21, de modo completamente digital, começa o 7º Festival Internacional de Cinema de Brasília, focado na produção de jovens diretores e que conta com uma mostra competitiva de oito longas-metragens inéditos, entre brasileiros e estrangeiros. Somando-se à programação online, segue em andamento o festival cultural, com mais de 200 apresentações artísticas e 70 atividades informativas. São representadas as linguagens de audiovisual, artes visuais, circo, dança, fotografia, gastronomia, literatura, música e performance, entre outras. Há também atividades infantis como contação de histórias e teatro infantil.

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), por sua vez, preparou uma playlist especial em homenagem aos 60 anos de Brasília. São 60 músicas de artistas que marcaram a cena cultural da cidade, com nomes como Legião Urbana, Plebe Rude, GOG e Natiruts, entre os mais antigos, e Rios Voadores, Letícia Fialho e Ellen Oléria, entre os mais recentes.

3 visualizações0 comentário