Decreto de Ibaneis proíbe aglomerações e esvazia a Esplanada dos Ministérios

A Esplanada dos Ministério, em Brasília, vive um domingo diferente, com a presença reduzida de manifestantes pro e contra Bolsonaro. Anteriormente, quase que semanalmente, a Esplanada era o palco de grandes manifestações, e vinha sendo assim, desde que o Presidente Bolsonaro assumiu o governo no início de 2019. Neste domingo, dia 14, o quadro era outro: Pouca movimentação de pessoas e de tráfego de veículos nas principais pistas de acesso a Praça dos Três Poderes.

 

A mudança repentina, ou seja, o desaparecimento dos manifestantes da Praça dos Três Poderes, foi reflexo do decreto assinado no sábado, dia 13, pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), proibindo qualquer aglomeração naquela área. Segundo o governador, a medida teve conotação sanitária, para evitar a disseminação da covid-19, além de barrar a divulgação de conteúdo antidemocrático por partes de alguns manifestantes.

 

Quanto às manifestações, Ibaneis definiu que qualquer uma “poderá ser admitida, desde que comunicada com antecedência e devidamente autorizada pelo Secretário de Segurança do Distrito Federal”. Além disso, a organização e fiscalização do trânsito ficam sob responsabilidade do Detran/DF e do DER/DF e a fiscalização local fica ao cargo dos órgãos de Segurança Pública.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle