Caiado endurece medidas e cobra mais apoio dos municípios durante isolamento

 O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), afirmou nesta segunda-feira, dia 29 de junho, que, por ele, fecharia todas as atividades econômicas, não essenciais, dos 246 municípios do Estado para conter o avanço da covi-19. Caiado disse que um novo decreto vai estabelecer quais as atividades que não podem mais funcionar já da terça-feira, dia 30. "A responsabilidade é de todos nós. Cada prefeito e cada prefeita vai responder pelos casos de seus municípios", afirmou em videoconferência feita na manhã desta segunda dia 29.

 

Em Goiás, a curva de novas infecções da covid-19, é a que mais cresce no país, embora os números de óbitos sigam estáveis.O governador informou ainda que vai colocar a disposição de municípios que cumprirem suas determinações, polícia para apoiar os prefeitos que querem seguir suas determinações de isolamento social. "A tropa estará prestando atenção sem desguarnecer o combate à criminalidade", explicou o governador. "Mas a prefeitura local também tem papel importante ao retirar a autorização de empresas que não estejam cumprindo as normas necessárias. Esse estabelecimento não pode mais continuar aberto se não estiver nesse mesmo esforço do Estado", completou.

 

O Secretário de Saúde do Estado, Ismael Alexandrino, admitiu que a situação de Goiás está à beira do colapso e que faltam recursos. Segundo ele, estudo da UFG aponta a necessidade de dois mil leitos disponíveis, mas isso é impossível. A expectativa de Alexandrino é fechar junho com 500 leitos. O secretário destacou também outro ponto, que deve ser responsável por elevar o número de óbitos por causa da covid-19. "A capacitação dos profissionais de saúde é cada vez menor. Faltam pessoas. O MEC chegou a formar pessoas com seis meses antes da conclusão dos cursos. Essa qualidade certamente vai impactar na letalidade”, observou. 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle