Ministro da Educação será anunciado hoje e terá o perfil de um conciliador

 

 O presidente Bolsonaro deve anunciar o novo ministro da Educação ainda hoje, sexta-feira, dia 10 de julho. Segundo ele, há cinco ou seis nomes que preenchem o perfil para o cargo, que tem como prioridade promover o "diálogo. O cargo está vago desde a semana passada, quando a nomeação de Carlos Alberto Decotelli foi revogada, sem que ele tivesse tomado posse, depois de uma série de inconsistências curriculares terem vindo à tona. O presidente disse que vai nomear um pessoa "conciliadora".

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, chegou a ser nomeado por Bolsonaro na semana passada, mas decidiu recuar da proposta. Bolsonaro sofreu forte pressão de apoiadores de setor mais "ideológico" do governo para rever a indicação. "Temos que ter uma pessoa que promova o diálogo, o que não é fácil, com todas as esferas da educação. Essa é nossa vontade, ter uma pessoa conciliadora", afirmou durante a live semanal, transmitida pelas redes sociais. Segundo o presidente, ele manteve conversa com "cinco ou seis" candidatos, nos últimos dias. "A gente espera resolver essa questão do Ministério da Educação, que é um ministério muito importante", concluiu. 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle