Pneumologista anuncia queda de curva da contaminação no DF até quarta, dia 29


O chefe da unidade de pneumologia do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), em Brasília, o pneumologista Paulo Feitosa, garante que entre esta sexta-feira, dia 24, e a próxima quarta-feira, dia 29, a curva de contaminação de Covid-19 no Distrito Federal deverá começar a descer ladeira e destaca “O Hran não errou uma previsão. Todas foram em cima”. É bom lembrar que a unidade é referência em atendimento a pacientes com Covid-19 e o médico é integrante do Gabinete de Crise para Covid-19 criado pelo governador Ibaneis Rocha.

Segundo o pneumologista, o Hran foi um dos primeiros hospitais do Brasil –- “se não o primeiro” – a introduzir a anticoagulação no tratamento a pacientes com Covid-19. “Em conversa com médicos italianos e chineses, descobrimos que as vítimas apresentavam coagulação na circulação, o que dificulta a respiração, principal causa de morte por Covid-19; então, passamos a tratar nossos pacientes mais graves com anticoagulantes”, conta.

A ciência corre contra o tempo em busca de uma vacina para a doença. O Distrito Federal será uma das unidades da federação que terá voluntários para receber uma desenvolvida na China. O médico está bastante otimista. “Deve ser a solução final da doença. A China hoje é o país mais capacitado para fazer a contenção do vírus. A vacina chinesa, que será testada aqui, e a desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, estão numa situação muito parelha. Certamente, elas darão a solução final para essa pandemia”, conclui.

3 visualizações0 comentário