Quatro nomes se apresentam com reais chances de comandar o Executivo em 2021

 

Luziânia, no chamado Entorno do Distrito Federal, com mais de 200 mil habitantes, tem quatro pré-candidatos a prefeito com reais chances de obter vitória para o Executivo municipal. No páreo estão o deputado estadual, Wilde Cambão (PSD), afilhado do prefeito afastado Cristóvão Tormin; Diego Sorgatto (DEM), apoiado pelo governador Ronaldo Caiado e pelo deputado federal, Celio Silveira (PSDB); Eládio Carneiro (PSL), genro do saudoso ex-prefeito, Delfino Machado, que disputa pela primeira vez o cargo, e por fim, a prefeita interina, professora Edna (Podemos), que conta com o apoio do deputado José Nelto (podemos).

 

Nessa corrida eleitoral, Cambão, como é conhecido o afilhado de Cristóvão, tem se manifestado muito pouco em público e há quem diga que sua candidatura pode não decolar. Segundo uma fonte idônea, que não quis se identificar, Cambão estaria ressentido com o afastamento do seu padrinho, e principalmente, porque os supostos crimes praticados por Cristóvão (e que motivaram seu afastamento) refletiram diretamente em sua vida pública, uma vez que Cambão foi secretário de obras do governo Cristóvão, e além disso, é tio da esposa do prefeito afastado.

 

Outro que também não está “bem na fita” nessa campanha é o candidato Diego Sorgatto (DEM), embora tenha o governador Caiado e o deputado federal, Célio Silveira, como aliados, Diego também sofre com o respingo de seu parentesco com Cristóvão Tormin (os dois são primos legítimos), e além do mais, o pré-candidato não apresenta nenhuma novidade e está ligado de forma umbilical a velha política que comanda o município a quase 20 anos. Diego foi vereador, pela primeira vez em 2008/2012, durante a gestão do prefeito Célio Silveira, e se mantem até hoje vinculado ao mesmo grupo político no qual chegou a presidência da Câmara de vereadores e depois a deputado estadual hoje exercendo seu segundo mandato.

 

A mudança

O suplente de senador Eládio Carneiro tem como grande trunfo a bandeira do novo e da mudança, já que é o único entre eles, que pode se utilizar desse binômio sem titubear. Eládio nunca ocupou cargo eletivo no município, embora sempre acompanhou de muito perto a política local. Além disso, é genro de Delfino Machado, ícone da política, sem mácula e considerado o prefeito mais popular de toda história de Luziânia. Sem dúvida, o nome de Eládio Carneiro, é hoje o que mais cresce entre os prefeituráveis, justamente, por que ele representa o desejo de mudança que aflora no eleitorado luzianiense.

 

Por último, entra na disputa a prefeita interina, professora Edna, que já está a cerca de quatro meses à frente da prefeitura, mas sem conquistar ainda a confiança do luzianiense. Edna é vice-prefeita do Cristóvão, foi vereadora no governo Célio Silveira, e esteve sempre ligada ao atual grupo político que comanda o município. Embora seu histórico político seja um fardo pesado para chegar à prefeitura, Edna ainda tem chances de chegar lá, mas para isso é preciso conquistar o eleitorado, e especialmente, os servidores públicos, com quem não tem mantido um bom diálogo. Caso a prefeita interina decole e mostre para que veio a população, a tendência natural é enfrentar Eládio Carneiro, candidato hoje em alta com o luzianiense

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle