Internet via satélite chega a mais de 1.800 famílias de assentados em Goiás

 

O Governo de Goiás, em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, instalou links de internet, via satélite, em assentamentos rurais remotos do Estado. A ação, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento e Inovação em conjunto com a Secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, contemplou 1.801 famílias que moram em dez assentamentos goianos.

 

Foram contemplados os projetos de Marcos Correa Lins, em Divinópolis de Goiás; Vista Alegre, em Cristalina; Plínio de Arruda Sampaio, em Amaralina; Santa Felicidade, em Cocalzinho de Goiás, Chico Mendes, em Crixás; Santa Fé, em Flores de Goiás; Salete Strozak, em Bonópolis; Canudos, em Palmeiras de Goiás; e Fartura e São Francisco de Assis, ambos em Formosa.

 

As conexões, realizadas via satélite da Telebrás, possuem velocidade de 10 megabites por segundo (Mbps) de download e 1 megabite por segundo de upload e possibilitarão o acesso à Internet para os moradores desses assentamentos. A partir de agora, eles poderão acompanhar aulas on-line do programa GoiásTec – Ensino Médio ao Alcance de Todos, participar de cursos de aperfeiçoamento e capacitação e utilizar a rede para acessar serviços digitais, como os oferecido pelo portal Goiás Digital.

 

“É mais uma ação do Governo de Goiás para transformar a vida das pessoas por meio do investimento em tecnologia. No início do mês, foram beneficiadas escolas rurais e de comunidades calungas e indígenas de cinco municípios do Estado. Agora, conseguimos levar aos assentamentos e seguiremos trabalhando para levar internet a quem mais precisar”, afirma o secretário de Desenvolvimento e Inovação, Marcio Cesar Pereira.

 

Avaliação

O critério para a seleção dos assentamentos foi definido pela Seapa, em parceria com a Agência Goiânia de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), que priorizou locais mais distantes de recursos, com maior número de pessoas, e que já sejam equipados com infraestrutura básica de energia elétrica para a instalação de antenas de satélite nos núcleos.

 

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, enfatiza que a proposta é ampliar conectividade no campo, permitindo que essas pessoas dos assentamentos possam, em volta dos espaços comunitários, acessar a internet e telefones celulares, assim como utilizar aplicativos como o Emater Mobi e o Sistema de Defesa Agropecuária de Goiás (Sidago). “A ideia é proporcionar ainda mais conhecimento por meio de transmissões on-line, como fizemos recentemente com palestras técnicas na Semana da Agricultura Familiar. É permitir que essas pessoas tenham mais oportunidades, inclusive para ampliar e melhorar suas atividades no campo”, afirma.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle