Governador Caiado cria secretaria estadual de retomada pós-pandemia


O governador Ronaldo Caiado assinou decreto que oficializa a Secretaria da Retomada, primeira estrutura de Estado no Brasil, com status de secretaria, voltada especificamente à recuperação da economia no pós-pandemia. “A retomada não tem o objetivo da vaidade, mas de planejamento, com solidariedade e amor ao próximo. Nossa gestão é feita com espírito público, onde todos os homens e as mulheres que compõem o governo têm dois órgãos que funcionam entrelaçados, muito fortes: o cérebro e o coração. Diferentes de outros, que tinham o cérebro ligado ao seu próprio bolso”, frisou o governador que considera esta uma de suas maiores missões no governo.

“Fomos o primeiro Estado do País a tomar essa decisão para, com uma junção de esforços, podermos estender a mão ao cidadão, para que ele possa amanhã comandar a sua própria vida. Tem exigido de todos nós uma dedicação e um carinho muito grande”, completou Caiado. União, colaboração e integração serão os pilares que vão sustentar a Secretaria da Retomada, conforme colocou, instantes antes da posse o ex-subsecretário de Fomento e Competitividade da Secretaria de Indústria e Comércio (SIC), César Moura, que será o responsável pela pasta.

“Desde o começo da pandemia, ficou claro para todos nós que a realidade mudaria de forma drástica e muito rápida, e não podemos ficar parados. Será nosso papel criar conexões, acelerar a retomada do Estado de Goiás. Vamos trabalhar para identificar oportunidades e firmar parcerias, com foco nas regiões mais afetadas”, detalhou.

A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado, disse que o momento é de unir esforços para superar os próximos desafios. “Todos sabemos que por onde esse vírus passou, deixou sequelas. Então, vocês vejam a minha alegria de hoje estarmos aqui, tratando da retomada do Estado de Goiás. Isso é maravilhoso porque nós sabemos o quanto Goiás é rico, tem capacidade. Então, eu não poderia deixar de fazer esse cumprimento, Ronaldo, quando você me disse: 'Vamos criar a Secretaria da Retomada, porque Goiás vai saber sair disso'”, completou.

O anúncio de criação da Secretaria da Retomada e a nomeação de César foram concomitantes as duas importantes ações. Uma delas, a destinação de R$ 4 milhões, via Secretaria da Agricultura à nova Pasta, para aquisição de produtos da agricultura familiar, em todo Estado, que serão destinados a instituições de caridade indicados pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS).

“É uma oportunidade imensa de celebrar a retomada da nossa Economia, mas também promover um importante trabalho que tem sido em prol do setor agropecuário de nosso Estado. A gente tem a convicção do papel importante para a retomada deste segmento, que gera emprego e renda nos 246 municípios, agregando com a industrialização”, destacou o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Antônio Carlos de Souza Lima Neto

3 visualizações0 comentário