PF investiga fraude em recursos da covid-19 em GO e mais oito estados

 

A Polícia Federal cumpriu nesta quinta-feira, dia 13 de agosto, mandados de busca e apreensão em suspeitos de integrar organização criminosa que fraudava licitações de produtos e serviços para o enfrentamento da Covid-19. A Operação Vírion, nome que faz referência ao estágio que vírus se encontra, contou com mais de 150 policiais federais. Com apoio de servidores da Controladoria-Geral da União (CGU), foram cumpridos 36 mandados de busca e apreensão em oito estados e no Distrito Federal.

A suposta organização criminosa estaria sediada no estado de Roraima, mas a PF cumpriu mandados em Goiás, Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pará, Roraima, Santa Catarina e no Distrito Federal. Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Em Goiás foram expedidos três mandados, realizados em uma distribuidora de medicamentos e duas residências de empresários suspeitos. Segundo as investigações, contratações suspeitas de irregularidades envolveram aproximadamente R$ 50 milhões, que seriam utilizados na aquisição de insumos médico-hospitalares básicos, respiradores, testes rápidos, material informativo impresso e leitos em hospitais particulares.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle