Cristóvão quer podar eleição de Diego Sorgatto e manter-se vivo na política

 

Um novo quadro se desenha na disputa para a Prefeitura de Luziânia, e deixa claro, que o prefeito afastado, Cristóvão Tormin (PSD), vai disputar mandato de deputado federal em 2022, e Wilde Cambão (PSD), seguindo sua orientação, deve buscar a reeleição para deputado estadual. Mas, para concretizar suas pretensões, Cristóvão terá, primeiro, que podar a eleição de Diego Sorgatto para prefeito de Luziânia.

 

Cristóvão, ao perceber a fragilidade de Cambão, pode retirá-lo da disputa para o Executivo, e bancar a candidatura da prefeita Professora Edna, que hoje representa a principal ameaça a candidatura de Diego Sorgatto, que apesar de primo de Cristóvão, é seu arqui-inimigo político no município e ele quer vê-lo longe da prefeitura. Procurada pelo Repórter Político a prefeita Edna não confirmou nenhum entendimento nesse sentido.

 

A estratégia do prefeito afastado (que ainda mantém um grupo forte no município) é no momento oportuno retirar a pré-candidatura de Cambão, que está fragilizada, e apoiar a da Professora Edna. É bom lembrar que Cristóvão nunca teve apreço algum pela Professora Edna, que permaneceu numa espécie de casulo em todo seu governo. Mas, como exímio estrategista, que é, sabe que seu candidato tem poucas chances, e para derrotar Sorgatto nas urnas a prefeita interina precisa apenas de um empurrãozinho, que pode vir de seu grupo político, embora muita gente não acredite nisso.

 

Candidato pode surpreender

 

Por fora desse duelo acirrado entre Cristóvão e Diego, em busca do comando político no município, corre o PSL do deputado Delegado Waldir que banca a candidatura do advogado Eládio Carneiro - Um político respeitado e com grande potencial para surpreender e para pôr um basta na hegemonia política que domina Luziânia a cerca de duas décadas. Eládio é o único candidato que realmente representa a renovação política e pode soletrar com todas as letras a palavra mudança uma vez que os dois grupos, Sorgatto e Tormin, não tem nada de novo para apresentar ao eleitorado luzianiense, a não ser uma política cheia de vício e de toma lá dá cá.

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle