Iris Rezende anuncia aposentadoria e diz que desta vez é pra valer


Aos 86 anos, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), anunciou que não vai se candidatar à reeleição este ano e que encerrou sua carreira política. Em julho de 2016, Iris chegou também a anunciar sua aposentadoria do poder público após ser derrotado nas eleições para governo estadual. À época ele declarou que já estava com sua missão cumprida, mas meses depois voltou atrás da decisão e se candidatou novamente, assumindo em 2017 pela quarta vez a prefeitura do município.

Nascido em Cristianópolis, região sul de Goiás, aos 15 anos Iris se mudou com a família para Goiânia, onde começou sua militância política ainda na adolescência. Foi eleito vereador pela primeira vez em 1959, apenas um ano depois de ter se formado em direito pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Foi o candidato com maior número de votos e mais jovem da história de Goiânia, até então, a assumir o cargo, aos 25 anos.

Em 1962, foi eleito deputado estadual e, em 1965, assumiu a Prefeitura de Goiânia, mas foi cassado durante a ditadura militar, antes que o seu mandato chegasse ao fim. Durante o período fora da administração pública, Iris Rezende montou um escritório de advocacia e após o fim da ditadura, foi eleito governador por dois mandatos, governando o estado de 1983 a 1986 e de 1991 a 1994.

Iris foi também ministro da Agricultura do governo de José Sarney, de 1986 a 1990. Em 1994, foi eleito senador da República e, no meio de seu mandato, em 1997, assumiu o ministério da Justiça durante um ano, no governo de Fernando Henrique Cardoso (FHC). Foi eleito em 2004 e reeleito em 2008, para a prefeitura de Goiânia, mas abandonou o cargo em 2010 para disputar ao governo estadual. Tanto nas Eleições de 2010 quanto em 2014, foi derrotado pelo adversário Marconi Perillo (PSDB). Até que em 2017 reassumiu, pela quarta vez, o último cargo público ocupado por Iris, no comando da Prefeitura da capital goiana.

1 visualização0 comentário