PSL cresce no município e pode desbancar pretensões da velha política

 

O pré-candidato a prefeito de Luziânia pelo PSL, advogado e suplente de senador, Eládio Carneiro, não esconde a admiração que tem pelo Presidente Bolsonaro, por seu trabalho em prol da valorização da família, do crescimento econômico e pelo combate à corrupção. A semelhança de seu perfil político, com o do Presidente Bolsonaro, tem colocado Eládio como alternativa ao grupo que comanda o Executivo de Luziânia por cerca de 20 anos - Os três primeiros colocados na corrida eleitoral para a prefeitura pertencem ou já estiveram ligados, de alguma forma, ao grupo que por quase duas décadas decidiram os destinos políticos do município.

Com parentesco ou alguma ligação aqueles que se alternam no Poder está o deputado estadual, Diego Sorgatto (DEM). Além de primo do prefeito afastado, Cristóvão Tormin, integra o grupo do deputado federal e ex-prefeito do município, Célio Silveira (PSDB) - Sorgatto exerceu diversos cargos durante a administração de seu primo, inclusive, foi administrador do Distrito do Jardim Ingá. Wilde Cambão (PSD), também deputado estadual, além de afilhado político, e de ter exercido cargo de Secretário de Obras do município, é tio da esposa de Cristóvão. Por último a atual prefeita interina, professora Edna, foi durante sete anos vice-prefeita do governo Cristóvão.

Imagem diferenciada

Diante desse cenário político, o pré-candidato do PSL trabalha sua imagem como diferenciada e capaz de promover a mudança de que tanto o luzianiense precisa. Na última entrevista, à Rádio Brasília Capital, Eládio destacou que vai explorar as potencialidades do município que, segundo ele, não foram bem aproveitadas. Ele exemplificou que várias cidades, que se emanciparam de Luziânia, cada uma buscou seu desenvolvimento, mas infelizmente, Luziânia, não soube acompanhar e aproveitar a proximidade com Brasília. Para Eládio, o município tem toda condição de produzir bens e serviços que Brasília consome, e num futuro bem próximo, se tornar um grande polo gerador de empregos na Região.

Outro ponto que o pré-candidato destacou é a transformação da cidade em um polo industrial, com foco no setor de turismo. “Foi estabelecido um polo industrial em um lugar absolutamente inapropriado, sem logística e estratégia que atraiam empresários que querem investir em nosso município”, lembrou ao criticar que “ao invés de fomentar o desenvolvimento, serviu como repelente da industrialização da cidade”.

Eládio informou ainda que vai trabalhar o lado histórico da cidade tricentenária como grande atração do setor turístico. O pré-candidato garantiu que vai revitalizar a principal rua dos casarões históricos, que atualmente se encontra em completo abandono, para que pessoas passem a visitar a cidade, tornando assim uma referência em lazer, a exemplo de vários pólos de turismo criados em solos goianos, como Pirenópolis, por exemplo. “A rua do Rosário poderia ser uma via gastronômica, para oferecer pratos típicos da culinária goiana”, afirmou.

Segundo Eládio, é preciso se criar um ambiente político estável para a chegada de empresários. “Todo mundo hoje, que quer investir e empreender, quer acima de tudo transparência, velocidade e desburocratização. O empreendedor não pode ficar a mercê de pessoas corruptas, criando dificuldade para depois vender facilidade. Isso é terrível e destrói a cidade”, observou.

O pré-candidato do PSL também explicou sua saída do Democratas para disputar a prefeitura do município. “As pessoas que protagonizaram a cena política nos últimos anos não desenvolveram a cidade e não seria agora que mudariam sua perspectiva. Na verdade, há uma família que se altera no poder e a cidade vai ficando para trás. Como eu tinha perspectiva de apresentar um plano de governo baseado em outros princípios, então deixei o DEM e fui para o PSL, justamente, para empunhar essa bandeira da mudança, renovação e tratativa entre poder público e municípios”, explicou.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle