Goiás tem nota máxima no ranking que avalia reforma previdenciária


Segundo a nota técnica divulgada pelo Centro de Liderança Pública (CLP), que estuda os impactos das reformas das previdências nos estados, Goiás está entre os quatro estados que atingiram pontuação máxima no ranking. No sistema de avaliação das reformas previdenciárias estaduais, é gerado um score de 0 a 10 que mede os impactos das propostas.

São listadas 12 medidas principais que se agregam em oito grupos, cada um somando de um a dois pontos. Os estados que adotaram integralmente a medida recebe o ponto inteiro. Em caso de adoção parcial, é atribuído 50% da pontuação. Empatados na primeira posição, também estão Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Pará.

De acordo com a CLP, as reformas previdenciárias contribuíram com quase 1/3 da economia prevista pela Instituição Fiscal Independente para a reforma prevista no texto do governo federal. Das 27 unidades federativas, vinte conseguiram aprovar suas reformas da previdência, Goiás havia apresentado a sua dia 21 de dezembro de 2019.

Ainda conforme a nota técnica, com a crise desencadeada pela pandemia da Covid-19, a sustentabilidade fiscal dos entes brasileiros se tornou essencial para o Brasil conseguir retomar o desenvolvimento econômico nos próximos anos para poder prestar serviços públicos de qualidade.

2 visualizações0 comentário