Meu apoio à mulher luzianiense - Eládio Carneiro


A decisão política de compor a chapa da prefeita Professora Edna para a prefeitura de Luziânia e abdicar da minha candidatura não teve somente motivações político-partidárias.

Ao amor à cidade, onde cresci acompanhando a vida do meu pai nas fazendas, e que aprendi a amar e constituir família, somou-se um dos aspectos que considero mais relevantes na política brasileira, que é a presença de uma mulher no comando de uma prefeitura.

A Professora Edna é a primeira mulher em 273 anos da história de Luziânia a assumir a prefeitura e a disputar a reeleição. Isso é motivo de orgulho para todos nós. É um fato inédito e histórico e que deve ser comemorado por toda a população de Luziânia por essa conquista inédita. Para termos ideia da marginalização da mulher política em Goiás, somente 15% dos municípios do nosso estado tem mulheres como prefeitas. É muito pouco pela história e importância da mulher na vida política, econômica e social do estado.

Afinal, as mulheres são a maioria da população de Goiás e do município e representam 52% do eleitorado de Luziânia, com exatas 61.865 eleitoras, contra 56.667 eleitores. Luziânia não pode desconhecer essa realidade! Desde criança admirei o papel da mulher no lar de uma família, vendo minha mãe Cármen cuidar de todos nós com amor, com carinho e afeto, mas com muita determinação e firmeza. Dela recebi os primeiros ensinamentos de vida que moldaram o meu caráter e me acompanham por toda a vida.

Tive a sorte de ter conhecido uma mulher como a Rachel, que ocupou seu espaço profissional na educação estadual, mas não se afastou de seus compromissos com a criação de nosso filhos. Assim também foi com a Professora Edna. Educadora, dedicada àqueles que mais precisam do apoio, a nossa prefeita não deixou de cumprir seu papel de esposa, dona de casa e batalhadora na sua vida profissional.

A luta pela afirmação política da Professora Edna merece o nosso reconhecimento. No atual pleito municipal, apenas uma em cada dez candidatos à prefeitura é mulher! Na eleição passada, somente 11,5% dos municípios brasileiros elegeram uma mulher para comandá-los. Ainda vivemos, na política goiana e nacional, num mundo dominado pelos homens, mas as mulheres de Luziânia vão continuar contribuindo para a reafirmação do papel da mulher na política e reeleger a Professora Edna!

Elegê-la é colocar a mulher luzianiense no comando da cidade!

Vamos à vitória!

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle