Bolsonaro destaca importância de novos caças durante solenidade da FAB


O presidente Bolsonaro participou das comemorações ao Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira (FAB), celebrados no dia 23 de outubro. Durante o evento, realizado na Base Aérea de Brasília, a FAB apresentou oficialmente a primeira unidade do caça F-39 Gripen, aeronave produzida pela empresa sueca Saab e que terá a tecnologia transferida para o Brasil.

Para Bolsonaro, 2020 será um ano marcante para a FAB, com a incorporação do novo caça. “Fomos capazes de colocar no ar dois vetores que podem transformar de forma irreversível nossa operacionalidade, nossa capacidade logística e de afirmar nossa superioridade nos 22 milhões de quilômetros quadrados de espaço aéreo, indispensáveis à nossa soberania”, disse, lembrando ainda a incorporação da aeronave militar de carga KC-390, no ano passado, fabricada no país em parceria com a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer).

Em 2014, Brasil e Suécia iniciaram as atividades conjuntas com assinatura do contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aviões Gripen para a FAB, que se baseia no design de versões anteriores, mas com as particularidades solicitadas pelo comando da Aeronáutica. As plataformas são desenvolvidas e produzidas na Suécia com a participação de técnicos e engenheiros brasileiros.

De acordo com a FAB, essa integração faz parte da transferência tecnológica e visa proporcionar o conhecimento necessário para a continuidade das atividades no Brasil. Para a corporação, o F-39 Gripen representa “um significativo salto tecnológico para a aviação de caça da FAB, bem como um exemplo exitosos de desenvolvimento colaborativo”.

O Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, celebrados em 23 de outubro, marcam o primeiro voo do 14 Bis realizado pelo brasileiro Alberto Santos Dumont. O voo do aparelho mais pesado do que o ar ocorreu em 1906, no Campo de Bagatelle, em Paris. O 14 Bis percorreu 60 metros em sete segundos, voando a dois metros do solo perante mais de mil espectadores e a Comissão Oficial do Aeroclube da França, instituição de reconhecimento internacional autorizada a homologar descobertas aeronáuticas marcantes.

1 visualização0 comentário