Justiça eleitoral barra comício de Diego Sorgatto e Ronaldo Caiado


O Juiz Henrique Santos Magalhães, da 19ª Zona Eleitoral, do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), determinou a proibição de comício da coligação “Juntos Para Mudar Luziânia”, do candidato a prefeito Diego Vaz Sorgatto (DEM), que seria realizado neste domingo as 16h com a presença do governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM), em um galpão empresarial, na Avenida Alfredo Nasser, no Centro da cidade. A liminar atendeu pedido do Partido Patriota, através da representação dos advogados Carlos Carvalho Rocha e Perla Morais Roriz.

Conforme a decisão do magistrado, trata-se de comício irregular em favor do candidato Diego Sorgatto, evidenciando claramente ganho eleitoral do candidato em desfavor de seus concorrentes. Na mesma liminar o Juiz determina ainda a não realização de passeatas e qualquer tipo de aglomeração de pessoas, a não ser os eventos na modalidade “drive-in”, mas jamais fora de seus veículos. O magistrado argumenta ainda que a decisão condiciona determinadas restrições para que haja um equilíbrio entre a estrutura do pleito democrático e o resguardo a saúde pública.

De acordo com a liminar, os comícios estão limitados a modalidade “drive-in” e o não cumprimento dessa modalidade acarretará em multa de R$ 200 mil sobre o partido político e ainda multa de R$ 100 mil ao candidato, para cada evento de propaganda eleitoral que viole a presente decisão.

Ao mesmo tempo em que o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, mantém as escolas, clubes e cinemas fechados, sob o argumento de controlar a disseminação da covid-19, o governador promove aglomeração em eventos políticos, como no comício marcado para Luziânia. Caiado agora terá que enfrentar o dilema entre manter a coerência com seu discurso e ficar em casa, ou tentar alavancar a campanha de seu pupilo, que ficou desgastada nas redes sociais com vídeos gravados por colegas de farra supostamente fazendo uso de substâncias ilegais.

36 visualizações0 comentário