Governador “passa por cima” da Justiça e promove comício com aglomeração


O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e seu candidato a prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto, do mesmo partido, desrespeitam a justiça eleitoral e promovem grande aglomeração de pessoas em comício irregular realizado no domingo à tarde, na cidade, sem preocupação nenhuma, com a pandemia da covid-19, que já matou milhares de pessoas em todo Estado. O governador fez exatamente ao contrário do que vinha pregando desde o início da disseminação da doença no País, sempre alertando a população com um “fiquem em casa”.

Além da aglomeração, os participantes do comício, não adotaram os protocolos sanitários de prevenção exigidos pela saúde pública, como, por exemplo, distanciamento social, disponibilidade de álcool em gel, uso de máscaras (pouca gente usava), entre outros. Para agravar a situação, o governador e seu afilhado, mantiveram a realização do evento, mesmo tomando conhecimento, de que a Justiça eleitoral havia expedido liminar cancelando o encontro e alertando a coligação “Juntos Para Mudar Luziânia”.

Na liminar o Juiz Henrique Santos Magalhães, da 19ª Zona Eleitoral, do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), alerta ainda sobre a realização de passeatas e qualquer tipo de aglomeração de pessoas, a não ser os eventos na modalidade “drive-in”, mas jamais fora de seus veículos. Os comícios estão limitados a modalidade “drive-in” e o não cumprimento dessa modalidade acarretará em multa de R$ 200 mil para o partido político e ainda multa de R$ 100 mil para o candidato.

O que se viu foi um completo desrespeito à Justiça e uma enorme incoerência de atitude por parte do governador do Estado. Ronaldo Caiado mantém escolas, clubes e cinemas fechados, sob o argumento de controlar a disseminação da covid-19, entretanto, em Luziânia, o governador promove aglomeração em evento político, como o comício da tarde de domingo, dia 25 de outubro. O preço do ato político do governador e de seu pupilo pode custar muito caro, inclusive, o impedimento da candidatura de Diego Sorgatto e a própria reputação do governador perante o luzianiense e toda população do entorno de Brasília.

34 visualizações0 comentário