Plano de saúde do servidor público do GDF é um dos maiores do País


O GDF Saúde, convênio de assistência à saúde dos servidores públicos do Governo do Distrito Federal, foi anunciado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), em solenidade no Palácio do Buriti nesta quarta-feira, dia 28 de outubro. Na presença de sindicalistas, servidores, parlamentares e integrantes do primeiro escalão, o chefe do executivo local anunciou o benefício esperado há mais de 20 anos pelo funcionalismo público.

A expectativa é de que o plano inicie sua operação como um dos maiores do Brasil, podendo abarcar até 600 mil vidas. “Este plano de saúde já nasce grande, com potencial de ser um dos maiores da América Latina. Assim, vamos desafogar o Sistema Único de Saúde (SUS)”, destacou Ibaneis, durante o evento. “Fica meu agradecimento a todos os servidores e servidoras. Sei da importância do servidor público para a manutenção dos serviços para a população”, acrescentou.

O presidente do Instituto de Assistência à Saúde do Servidor do Distrito Federal (Inas), órgão responsável pela operação do plano, Ney Ferraz destacou que a expectativa pode ser ampliada com a possibilidade de convênios com as forças policiais, que por lei são regidas pelas legislações federais. “Podemos atingir 600 mil vidas, algo em torno de 20% da população do DF. Isto faz com que ele se torne o maior plano de saúde do Brasil”, contabilizou.

O Secretário de Economia, André Clemente, destacou que o plano de saúde era uma pendência de décadas e que a atual gestão conseguiu transformá-la em realidade, mesmo durante uma pandemia. “Gasto com saúde não é despesa, é investimento”, complementa. Para colocar o plano em prática, os cofres públicos devem disponibilizar cerca de 216 milhões por ano, o que equivale a 1,5% da folha total dos servidores.

Conforme acordado, ao BRB caberá a implementação de ambiente tecnológico para as adesões e o credenciamento da rede prestadora de serviços médico/hospitalares. O banco vai oferecer também a estrutura de atendimento e o compartilhamento de expertise adquirida no BRB Saúde. O presidente do Banco, Paulo Henrique Costa, lembrou os desafios impostos em 2020 pela pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19) e como o plano de saúde chega em boa hora.

Representante do funcionalismo público local, a presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília (SindSaúde-DF), Marli Rodrigues, se emocionou ao discursar no Palácio do Buriti. “Esperamos essa notícia por muitos anos. Os amigos sabem o quanto nós lutamos pelo plano de saúde. Governador Ibaneis, eu sei o quanto você teve coragem para lançar este plano de saúde e quero dizer que ele fará diferença. Cuidar de quem cuida do povo é um investimento do governo”, disse.

3 visualizações0 comentário