Polícia apreende caminhão com cestas básicas por suposto crime eleitoral


Um caminhão baú conduzindo centenas e centenas de cestas básicas foi recolhido a 1ª Delegacia de Polícia da Vila Guará, em Luziânia, quinta-feira, dia 11 de novembro, por suposta prática de crime eleitoral. O flagrante foi feito por policias no momento em que o veículo descarregava em uma residência particular da cidade, localizada no Parque do Cerrado. O caminhão vinha de Goiânia e já estava sendo monitorado pela polícia.

Embora as primeiras informações ainda desencontradas, o motorista do referido veículo apresentou uma suposta nota fiscal da mercadoria com dados da Prefeitura de Luziânia, mas as informações estão sendo checadas pelo Ciops da Vila Guará. Todo o material alimentício foi apreendido e o motorista prestou os primeiros esclarecimentos. Calcula-se que cerca de 175 cestas básicas foram encontradas e que todo esse material iria beneficiar algum candidato a prefeito do município.

Tudo indica que as cestas foram desviadas para serem possivelmente utilizadas na compra de votos. A nota fiscal apresentada pelo motorista do caminhão indica que o destino da mercadoria deveria ser a prefeitura de Luziânia, onde seriam utilizadas para atender famílias cadastradas em programas sociais promovidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e do Trabalho.

Ainda de acordo com as informações consta no carregamento nota fiscal de 1.000 cestas básicas, que foram adquiridas pelo Fundo Municipal de Assistência Social, porém, cerca de 175 tiveram outro destino. Na residência onde foram encontradas o caminhão com as cestas, havia também dois veículos, um deles, possivelmente é de propriedade da filha do vereador Serginho do Meio Ambiente (PSD), que pertence à coligação majoritária do candidato a prefeito Wilde Cambão (PSD).

22 visualizações0 comentário