GDF amplia vacinação e já beneficia pessoas com algum tipo de comorbidade



A aplicação de imunizantes que previnem a covid-19 será ampliada no Distrito Federal com a chegada de 81,5 mil doses da vacina AstraZeneca e mais 5.850 da Pfizer BioNTech nesta segunda-feira, dia 03 de maio. Na terça-feira, dia 04, a partir das 9h, será aberta mais uma etapa da vacinação para profissionais de saúde que não fazem parte da rede pública e que possuem registro em conselhos de classe. Para esse grupo serão disponibilizadas 10 mil doses para as categorias que ainda não atingiram grande cobertura. São elas: medicina, enfermagem, biologia, técnicos em radiologia, trabalhadores de laboratório e da Secretaria DF Legal.

Na quarta-feira, dia 05, também a partir das 9h, será a vez do agendamento de pessoas com comorbidades na faixa etária de 55 a 59 anos. Para este grupo, a Secretaria de Saúde vai destinar 60 mil doses de imunizantes. O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, considera como muito importante esse avanço na vacinação contra a covid-19 na capital federal. “Estamos concluindo a vacinação em pessoas idosas e, agora, iniciando a vacinação em pessoas que têm comorbidades. É um passo muito importante para proteger nossa população contra o coronavírus”, afirma.

Até o momento, o DF já recebeu 835.360 doses das vacinas CoronaVac (559.360) e AstraZeneca (276 mil). Com a chegada de mais essa remessa prevista para essa segunda-feira (3), a capital terá o total de 922.710 doses. Durante a campanha, que começou no dia 19 de janeiro, 456.551 pessoas receberam a primeira dose e 252.356 a dose de reforço. As categorias mais vacinadas foram de trabalhadores da Saúde (124.009 D1 aplicadas e 96.744 D2) e idosos entre 65 e 69 anos (76.659 D1 e 45.941 D2).


5 visualizações0 comentário