Governador amplia número de leitos para enfrentar nova onda da covid-19



“No governo de jamais haverá omissão e nem acovardamento diante das decisões necessárias”, disse o governador Ronaldo Caiado durante o anúncio da abertura de novos leitos para pacientes da covid-19 no Estado. Nesta segunda-feira, dia 01 de fevereiro, o Hospital das Clínicas (HC), da Universidade Federal de Goiás (UFG), deu início a ampliação de sua capacidade de atendimento com a contratação emergencial de mão de obra qualificada.

A Secretaria de Estado da Saúde também confirmou que começam a ser abertos, 110 novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em vários municípios goianos. “Falei com o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, general Ferreira, que coordena todas as ações do HC. Conseguimos com ele, em tempo recorde, o recrutamento de mais pessoas para ampliar o número de leitos”, afirmou Caiado sobre a parceria fechada com o governo federal.

O trabalho em conjunto formatado com as prefeituras ganhou mais força depois da reunião realizada entre o governador, o prefeito da capital, Rogério Cruz, e equipes da área da saúde dos três maiores municípios do Estado – Anápolis, Aparecida de Goiânia e Goiânia. A ideia é que o grupo coordene um mapeamento compartilhado do número de leitos existentes, a fim de facilitar a transferência de pacientes graves entre os municípios goianos, quando necessário.

Além da abertura de 14 leitos de UTI no Hospital de Campanha de Goiânia (HCamp); cinco em Porangatu; e 11 em Senador Canedo, além de outros 20 de enfermaria também estão em preparação mais 10 leitos de UTI no HCamp de Itumbiara; além do redirecionamento para o enfrentamento à Covid-19 de 26 leitos de UTI em Nerópolis, e 10 em Trindade.

Além desses, o HCamp de Itumbiara disponibilizará mais 20 leitos de UTI, caso seja necessário. O Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, também poderá ampliar a capacidade em mais 30 leitos de UTI; e outros 20 devem entrar em funcionamento no Hospital das Clínicas de Jataí. No total, a parceria entre governos estadual e municipais resultará na ativação de 110 novos leitos de UTI, além da conversão de 36 leitos para pacientes da Covid-19 e das 20 enfermarias.

Caiado esteve em Brasília com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tratar da ampliação de leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19 em Goiás. Preocupado com a segunda onda da doença e com a nova cepa do vírus, que tem uma transmissibilidade 10 vezes maior do que a verificada no ano passado, Caiado traçou medidas preventivas para que o Estado possa superar essa nova fase da pandemia, considerada mais delicada do que a primeira. “Goiás nunca faltou com quem quer que seja, mas, ao mesmo tempo, precisamos de reciprocidade para trabalhar em benefício da população brasileira, não só do Estado”, observou.

Circulação dirigida em Brasília, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal e Goiânia. As matérias assinadas não representam, necessariamente, o ponto de vista deste jornal, sendo estas de responsabilidade de seus autores.

Matriz (Brasília): Qd. 2, Conjunto G, Casa 25, Candangolândia - CEP 71725-207 / Sucursal (Luziânia): Rua Padre Primo, sala 03, nº 67, Centro


Editora Comunicação e Marketing Ltda - Fone: 61 9 8124-1033 CEP 72800-620

  • whats
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle