Morre Maguito Vilela após uma “luta” de 80 dias contra a covid-19 em São Paulo



Goiás amanheceu mais triste nesta manhã de quarta-feira, dia 13 de janeiro, com a notícia do falecimento de seu filho ilustre, o ex-governador de Goiás e prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB). Maguito que tinha 71 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, há mais de 80 dias, lutando contra a Covid-19, da qual já havia se recuperado - Uma infecção pulmonar constatada recentemente o levou à morte.

Maguito Vilela foi um dos políticos goianos que teve sua trajetória brilhante, marcada por passagens em todos os cargos da vida pública do Estado. Ele foi vereador de Goiânia, deputados estadual, deputado federal, vice-governador, governador e senador da República. Por último, foi eleito prefeito de Goiânia, em 2020, chegou a tomar posse em solenidade remota, no hospital, mas infelizmente não resistiu as complicações da covid-19.

A família de Maguito está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás para que ele seja sepultado em Jataí, sua terra natal. Antes de seguir para Jataí deve ocorrer o velório de forma rápida em Goiânia para que o goianense possa se despedir do político que dedicou uma vida inteira ao serviço público de seu Estado. Maguito perdeu duas irmãs para a Covid-19 em agosto de 2020 em intervalo de menos de dez dias. No dia 19, morreu Nelma Vilela Veloso, de 76 anos, que tinha diabetes e problemas pulmonares, comorbidades que agravaram o quadro. Já no dia 28, a irmã mais velha, Nelita Vilela, de 82 anos, também faleceu.



5 visualizações0 comentário